segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Pode ser na próxima?

Pode ser na próxima? Senhor, pode ser?
Qual contrato assinei quando vim a este mundo? O básico, intermediário ou avançado?
Senhor, queria ter parcelado os sofrimentos desta vida. A morte em três vidas, a dor em quatro existências, mas o amor, que é uma dessas poucas alegrias terrenas, esse pode ser a cada dia mesmo.
Mas, será que não li as cláusulas dessa existência? Os perigos do mundo estavam escritos em letras miúdas, bem que pensei em propaganda enganosa, mas as palavras que alertavam os pobres mortais constam no contrato, então já que assinei, a responsabilidade é minha agora.
Assinei e aceitei ficar contra a parede enquanto meus medos atacavam sem dó nem piedade. Enquanto as lágrimas não escorreram pelo meu rosto quando perdi a mulher que construiu o meu caráter. Aceitei a humilhação, o desafio, o sonho, o beijo, a surra que nunca tomei, o desejo, o belo, as curvas, pintas e as marcas do sorriso no rosto, as cicatrizes na pele e na alma, as perdas, vitórias, a evolução, o coração pulsante, a paixão. Concordei, assinei, protocolei, certifiquei e rubriquei as páginas do contrato de vida e pensando bem, gostei. Pode ser tudo isso nessa vida mesmo senhor!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...