terça-feira, 9 de abril de 2013

Coincidências

Por acaso encontrei umas três vezes a senhora simpática que atravessou a ponte rumo à praia. A cidade é pequena, também não é um ovo, mas no dia seguinte lá estava ela tomando um pingado nas mesinhas da calçada em frente a padaria. Ou eu andei demais pela cidade, ou Deus quis dizer alguma coisa através dessas pequenas coincidências da vida.

Mas, não foi apenas a senhora baixinha e de cabelos grisalhos que cruzou meu caminho por estas calçadas da vida. Coisas mais curiosas aconteceram.

Fiz dois amigos na hospedaria onde fiquei, assim como todo bom viajante eles seguiram outros caminhos, em busca de novas aventuras. No mesmo dia, porém algumas horas depois que eles partiram viajei na mesma direção, essa cidade era maior e a possibilidade estatística de encontrá-los era a mesma dos apostadores da Mega-Sena, uma em bilhões.

Caminhava na calçada à beira da praia e para minha surpresa vi os dois viajantes dentro de um barco pronto para zarpar e no final acabei embarcando também, nos separamos na ilha, mas da embarcação, no momento da partida avistei os amigos e acenei.

Os encontros e desencontros da vida são tão misteriosos quanto o propósito de cada um. Nesses detalhes, nas coincidências, é que moram os segredos. Nós temos o livre arbítrio, mas tem coisas que não acontecem por acaso, estão programadas. São pessoas e situações que não pedem permissão para marcar presença na sua alma e ficam para sempre em seu coração.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...