sexta-feira, 3 de maio de 2013

O Poder do Fuck You


Um palavrão estrangeiro, cuja tradução prefiro omitir, e ao mesmo tempo um símbolo da independência, liberdade, a reafirmação da responsabilidade por suas próprias pernas. Palavras e atitudes são muito poderosas! Fuck you é as duas coisas.

O importante é ser. Ser o que deseja, deixar a vida fluir sem entraves, morar sozinho e andar pela casa do jeito que quiser, às vezes acumular a louça na pia, comer pipoca ou miojo todos os dias no jantar ou comer pizza no café da manhã. Quem virá dizer a você: Não faça isso! Lembra dos conselhos da sua mãe? Coma direito. Leve o guarda-chuva e não esqueça da blusa. Hoje é você mesmo que vai lavar a louça, tomar chuva e pegar um resfriado porque está sem blusa. Depois que nossas mães nos deixam, ou nosso pai já não é tão presente, ou qualquer outro fato que nos deixe em uma situação de solidão, desamparo, carência, seremos os responsáveis por nossos próprios passos e escolhas.

Quando a vida corre diferente do que nós pensamos, o melhor é não pensar em nada, viver sem expectativas, mas com uma esperança realista sempre, um equilíbrio entre o que posso no momento e o que preciso fazer para conquistar o que quero no futuro.

Para aquietar o pensamento, o silêncio é o melhor remédio, as palavras são pequenas pílulas de conforto, carinho e motivação no dia-a-dia., mas quando alguma coisa afligir seu coração, e as palavras comuns não ajudarem, relaxe e diga fuck you, no final tudo dá certo e cada estresse que você passa aqui na terra não vale a pena ser absorvido, é o famoso sentimento do "não tô nem aí", isso não me abala.

Relaxe e viva, faça suas escolhas. Aos olhos da sociedade você pode até estar errado, mas como a responsabilidade e a crença são suas, vá em frente. Não admita ser julgado e castrado por quem não respeita o próximo e sua liberdade de ser. Seja você mesmo sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...