quinta-feira, 30 de maio de 2013

Com Licença

Com licença. Uma frase tão rápida para dizer, porém poucas pessoas a utilizam hoje em dia.

Com licença transformou-se em “cença”, uma palavra que nem existe, mas pelo menos já é alguma coisa no vocabulário da educação. Outras palavras como obrigado(a), pedidos de por favor, desculpe, estão em extinção. Hoje em dia, a palavra desculpe é praticamente uma ofensa, por mais que estejamos arrependidos o outro não está nem aí, olha da cabeça aos pés com indiferença, como se fossemos criminosos.

Apesar de adotar essas regrinhas dos bons costumes, muita gente acha estranho alguém ter a educação de pedir “com licença”. Segurar a porta para alguém que vai entrar ou sair, dizer saúde para quem espirra, agradecer pelo serviço prestado, apertar o andar do desconhecido no elevador, isso é tão básico, gentileza, mas infelizmente está ela perdida nesta sociedade ignorante que enxerga só o próprio umbigo.

Devo agir como todo mundo? Esses autômatos que vem e vão e não estão nem ligando para as chamadas palavrinhas mágicas citadas? Gostaria de ser indiferente, mas a minha criação foi esta e não vou invadir um espaço, mesmo que seja público, sem pelo menos ser educada.

Como diria um bom amigo, gentileza gera gentileza. É amigo, isso está em falta. Ainda há esperança?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...